noticias400 Seja bem vindo ao nosso site Rádio Web UPE!

Cidade

Suape lança edital de licitação do canal interno

Serviço completa dragagem do canal externo, iniciada no começo do mês de dezembro, e colocará Suape entre os portos mais competitivos do país

Publicada em 21/12/23 às 09:12h - 59 visualizações

Diario de Pernambuco


Compartilhe
Compartilhar a noticia Suape lança edital de licitação do canal interno  Compartilhar a noticia Suape lança edital de licitação do canal interno  Compartilhar a noticia Suape lança edital de licitação do canal interno

Link da Notícia:

Suape lança edital de licitação do canal interno
 (Foto: Rafael Medeiros / Divulgação)
O governo de Pernambuco e governo federal lançam, amanhã, o edital de licitação do canal interno do Porto de Suape, beneficiando várias empresas que operam no porto interno do complexo, como Tecon Suape, APM Terminals (em implantação), além de vários outros operadores que utilizam os cais públicos de atracação. A obra vai colocar Suape entre os portos com maior capacidade operacional do país, ao lado de Itaguaí (RJ) e Paranaguá (PR).

De acordo com o presidente de Suape, Márcio Guiot, a intervenção terá um custo entre R$ 250 e R$ 300 milhões, dos quais R$ 100 milhões já estão garantidos pelo novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que contemplará também as obras de melhoria do molhe, com mais R$ 30 milhões.

O lançamento do edital, que contará com a presença do Ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho; da governadora Raquel Lyra, do secretário de Desenvolvimento Econômico, Guilherme Cavalcanti, além de Márcio Guiot, como anfitrião, e outras autoridades estaduais.

A intervenção complementa a dragagem do canal externo, que beneficia diretamente as operações com petróleo e granéis líquidos, realizadas no porto externo. A conclusão da dragagem do canal  externo, iniciada no último dia 1º de dezembro, foi o primeiro passo para Suape receber navios de grande porte. A operação vai elevar a profundidade do canal para 20 metros (m) de profundidade e 17,3 m de calado (profundidade - folga abaixo da quilha), o suficiente para receber petroleiros do tipo Suezmax, que precisam de calado de 16,1 m. 

No cais interno, após os serviços de dragagem, o calado vai passar 16,2 m, suficientes para receber navios com capacidade superior a 14 mil TEUs. Hoje, Suape já recebe os navios de 14 mil TEUs, mas só depois que eles aliviam a carga. “Hoje somos um porto secundário e com as dragagens do canal externo, bacia de evolução e canal interno, queremos ser um hub portuário”, destaca Guiot.

A previsão é que os serviços de dragagem sejam iniciados em meados do próximo ano, com prazo de execução de 12 meses. “A conclusão dos serviços está prevista para junho de 2025, colocando Suape em condições de disputar as principais rotas internacionais, que hoje não passam por aqui.

De acordo com Márcio Guiot, Suape deve encerrar o ano com uma movimentação de 16 mil toneladas de carga e com as intervenções, a expectativa é checar a 25 mil toneladas.Outro destaque das operações portuárias este ano foram os automóveis. De acordo com dados preliminares do porto, o terminal de veículos encerrará 2023 com uma movimentação de 70 mil automóveis, dobrando o volume registrado no ano passado. Em contêineres, a movimentação deve chegar aos 600 mil TEUs, superando a casa dos 500 mil TEUs.
 
Silvio Costa Filho - Ministros dos Portos e Aeroportos (Vosmar Rosa / Divulgação)
Silvio Costa Filho - Ministros dos Portos e Aeroportos (Vosmar Rosa / Divulgação)
“A dragagem do Porto de Suape segue a orientação do presidente Lula de fortalecermos os nossos terminais portuários. A iniciativa será fundamental para o desenvolvimento do porto e ampliação da movimentação de contêineres no novo terminal, que atrairá R$ 2,5 bilhões de investimento. Com a elevação da profundidade dos canais, conseguiremos receber navios maiores".

 
Márcio Guiot - Diretor Presidente de Suape (Divulgação)
Márcio Guiot - Diretor Presidente de Suape (Divulgação)
“Hoje, por causa da limitação, as principais rotas internacionais não passam por aqui. Por isso não exportamos as frutas do Vale por aqui. Agora teremos dois operadores globais (ICTSI/Tecon e Maersk/APM) e com as dragagens, maior capacidade operacional e competitividade. Tenho convicção de que estamos vivendo um bom momento. Nos tornaremos um hub, operando também as cargas de transbordo."

 
Aristides Russi Junior - Diretor presidente da APM Terminals Suape. (Divulgação)
Aristides Russi Junior - Diretor presidente da APM Terminals Suape. (Divulgação)

"A dragagem do canal interno dará mais competitividade e eficiência ao Complexo Industrial Portuário de Suape, permitindo a atracação de navios de maior calado. Quando concluídas as dragagens do canal interno e externo, Suape irá oferecer condições de receber navios de grande porte, como 14mil e 16mil TEUs, condição que vai elevar sua atratividade."



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (00)00000-0000

Visitas: 42318
Copyright (c) 2024 - Rádio Web UPE - Uma Rádio da Universidade de Pernambuco